sexta-feira, 21 de março de 2008

“Uma Portuguesa em Paris/Merci Natercia” (Filme Francês, 1959)


Pierre Kast é um realizador francês, inserido na "Nouvelle Vague" que rodou diversos filmes em Portugal, sobre portugueses e com portugueses.

“Uma Portuguesa em Paris" (no original "Merci Natercia"), foi a sua segunda longa-metragem, sendo protagonizada por Clara d’Ovar, fadista emigrada em Paris, onde possuía uma casa de fados, na rue de Verneuil.

Foi a primeira casa de fados em Paris, sendo frequentada por famosos como Françoise D'Orléac (irmã de Catherine Deneuve), Line Renaud, Jean Marais, Jean Cocteau, Fernandel, e muitos outros nomes do espectáculo, da literatura e da política.

Zeni d' Ovar, irmão de Clara e igualmente fadista, referiu, ao LusoJornal, que "Na altura, havia poucos portugueses em Paris e os clientes da casa eram essencialmente franceses e tornaram-se amigos".

Clara d' Ovar contribuiu, durante os anos '60, para a rodagem em Portugal de diversas co-produções entre Portugal e França.

Zeni d'Ovar e Clara d'Ovar em "Merci Natércia"

Sinopse:

Uma bela e rica viúva promove a ascensão de um jovem que quer se tornar realizador.

Breve nota bibliográfica sobre Clara d'Ovar 

Fontes: Lusojornal / Jornal João Semana

2 comentários:

cruz disse...

A primeira casa de fados de Clara d'Ovar tinha por nome "Lisboa". Mais tarde teve uma outra casa de fados.

Também os pais de Marie Myriam tiveram uma casa de fados.

Zeni d'Ovar foi muito amigo de Amália, tendo colaborado em diversas digressões da nossa grande fadista

Em www.ovarnews.com Zeni refere a sua ligação a Amália:

"Sim, corri mundo com ela e cheguei a fazer o 'management' dela quando o agente não podia acompanhá-la por qualquer motivo e ficava em Lisboa.
Fui ao Brasil, Estados Unidos, Canadá. Corri a Europa com ela e também a solo. Só não fiz a digressão com ela pelo Japão, porque, nessa altura, a minha mãe estava muito doente."

aplog disse...

http://artigosjornaljoaosemana.blogspot.com/2009/12/breve-nota-biografica-de-clara-dovar.html


http://duas-ou-tres.blogspot.com/2009/03/clara-dovar.html