quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

"Inverno em Lisboa" de Antonio Muñoz Molina (Espanha, 1987)


Distinguido, em 1988, com o Prémio Nacional de Narrativa e o Prémio da Crítica, “O Inverno em Lisboa” é um livro central na afirmação de um dos nomes maiores da literatura espanhola dos nossos dias: Antonio Muñoz Molina.


"Tudo começa num quarto de hotel, em Madrid. Santiago Biralbo, um pianista de jazz, conta a um amigo a história do seu amor por Lucrécia, os seus quinze dias de paixão fulgurante, a partida inesperada de Lucrécia para Berlim ...

Uma ausência que impede Santiago, agora refugiado em Lisboa, de continuar a tocar a sua música. História labiríntica de amor e perdição, este é também um romance que reinventa algumas das referências emblemáticas de Molina, incluindo o jazz e o cinema negro americano. Ele é, afinal, um autor em que a inspiração em modelos tradicionais vai sempre a par de um admirável sentido de experimentação."

Fonte: Editorial Notícias



“Lisboa, neste romance, é como a cidade branca de Alain Tanner: reconhecemo-la, mas não a conhecemos (...) É também uma teoria da solidão, uma poética das cidades de exílio, o desejo da viagem final.”

Francisco Bélard, Expresso

“Muñoz Molina deu a Lisboa o destino que ela merece: o sítio para procurar uma mulher ... e para perdê-la.”

Torcato Sepúlveda, Público


Sem comentários: